Como subir de Elo: Se permita ser carregado - Escola do LoL | Guias e Noticias de League of Legends

Notícias

Post Top Ad

Post Top Ad

20/11/2017

Como subir de Elo: Se permita ser carregado


Olá alunos, hoje nós vamos falar sobre ser carregado. Você não vai carregar sempre.

Muitos jogadores acreditam que precisam carregar todas as partidas para subir de elo, e isso não é verdade.

Hoje vamos entender como se permitir ser carregado é essencial para ter um bom rendimento nas ranqueadas.

Não vamos conseguir carregar sempre

Se tem uma coisa que o cenário profissional nos mostra é que, não importa quem você seja, você não vai carregar todas as partidas.

O Uzi, ADC da Royal Never Give Up sentiu isso na pele por alguns anos, tentando carregar a Star Horn Royal Club e Royal Club. Foi vice campeão mundial duas vezes, mesmo sendo um jogador brilhante.

O estilo de jogo da Royal colocava toda a responsabilidade nas mão do Uzi. E ele aguentava a responsabilidade. Para quem duvida, é só assistir as partidas do World Championship da Season 4.

Mas, isso acarretou em problemas para a personalidade dele que acabaram jogando o rendimento da OMG, sua equipe após sair da Royal, para baixo. Uzi, um dos maiores adcs da história, amargou um ano repleto de derrotas em uma equipe repleta de estrelas. Foi uma constelação de estrelas cadentes.
Se quiser ver mais sobre isso, assista o ótimo documentário que a Riot fez sobre ele e o brTT:




Felizmente o Uzi se recuperou e teve uma grande transformação na sua personalidade. Hoje, 3 anos depois, é um jogador muito mais completo do que era antigamente.

Falei isso tudo para mostrar como tentar carregar um time sozinho não vai dar certo. Provavelmente se a Royal tivesse um estilo de jogo menos dependente do Uzi, teria mais chances de ter se consagrado campeã.

Outro grande exemplo que temos é o da SKT. A equipe mais vitoriosa da história poderia ter se tornado uma equipe de um homem só, apoiada nas costas de Faker, como a TSM muitas vezes faz com Bjergsen. No entanto, o grande comando estratégico de kkOma criou uma equipe que sabe colocar a responsabilidade nas mãos de qualquer jogador.

Por isso a SKT é tão forte. É um time que consegue jogar para qualquer lado. Não tem pontos fracos.
Nas nossas soloQ nós temos que usar o estilo de jogo da SKT e não o da Royal.

Precisamos saber jogar para o time

Nem sempre a vitória está nas nossas mãos. Muitas vezes para vencer, nós vamos ter que ajudar o time. É como jogar de suporte sem ser suporte.

A sua função não é carregar sempre, é vencer. Às vezes você vai estar atrás, mas outra lane vai estar bem. Às vezes o seu campeão vai ser um péssimo carry, mas vai ter uma Vayne ou Tristana no seu time.

A vitória é mais importante do que o ego. Grave isso. É muito importante nós sermos humildes quando se trata de partidas ranqueadas. A humildade é essencial dentro do League of Legends.

Tentar carregar estando atrás é dar um tiro no próprio pé

Estar atrás significa estar em desvantagem, e isso afeta não só a nossa força no jogo, mas também o nosso estado emocional. Temos menos confiança e mais dificuldade de perceber a chegada dos nossos picos de poder e oportunidades.

Por estar perdendo, a nossa capacidade de julgamento fica debilitada. Não conseguimos distinguir oportunidades de ciladas. Por isso que é difícil voltar para o jogo após perder muito feio uma rota.
E esse é o motivo pelo qual o estado emocional de um jogador é tão importante quando se trata do cenário competitivo. É necessário ter calma e saber se portar estando atrás. Um dos motivos pelo qual o Faker é tão bom. O famoso tilt, não acontece com ele.

Assim como temos a Síndrome do Herói citada no texto “Matar ou Morrer? Eis a questão.”, temos também a “Síndrome do Derrotado”, que é a quase a situação inversa.

Se quando estamos na frente nos arriscamos demais e acabamos morrendo, quando estamos atrás, não somos capazes de encontrar nossos picos de poder e saber quando ir ou não.

A Síndrome do Coyote

Como síndrome do derrotado me pareceu um nome ruim, resolvi chamar esse problema de Síndrome do Coyote em homenagem ao desenho do Coyote e Papaléguas.

Para quem nunca teve a chance de assistir a este clássico, o Coyote tenta capturar o Papaléguas durante todo o desenho. Mas, usando equipamentos de precedência duvidosa, técnicas pouco ortodoxas e uma pitada de azar, ele sempre fracassa.

No entanto, o Coyote não desiste. Provavelmente ele acaba com um frag 0/10 em todos os episódios.

É basicamente isso que acontece quando não reconhecemos nossos pontos fracos.

Em partidas que não pegamos nossa main lane, ou não conhecemos bem o campeão com que estamos jogando, ou mesmo que o inimigo é melhor do que nós, não podemos ser o Coyote.

Precisamos reconhecer que estamos atrás, ficar recuados, e esperar ajuda. Ou esperar até que realmente estejamos fortes e ser oportunistas.

Sonic entregando o Papaléguas para o Coyote.

Faça como o Coyote e contrate o Sonic.

Entregue a responsabilidade

Não é feio deixar que outra pessoa fique responsável por carregar. Novamente, é preciso ser humilde. Seus aliados são tão capazes quanto você, eles estão no mesmo elo. Então, dê um voto de confiança.

Você não vai ter só partidas boas. Quando alguém estiver se saindo bem, estiver forte, carregando, ajude essa pessoa. Não seja do contra, siga as calls. É melhor o time ir todo junto para um objetivo do que se separar e não conseguir nada.

Seu critério de julgamento tem sempre que se basear na vitória. Seu objetivo tem que ser vencer a partida. Se você não fizer isso, vai estar jogando fora o seu tempo.

As vantagens de jogar atrás

Além disso, existem muitas vantagens em estar jogando atrás.
Em desvantagem, ficamos sob pressão, mas temos a oportunidade de jogar com calma e prestar mais atenção no jogo. Acabamos fazendo menos jogadas e observando mais.

Jogar atrás é ótimo para aprender e encontrar erros. Um erro estando mais fraco é muito maior do que um erro estando mais forte.

A melhor forma de aprender, é perdendo. Nas derrotas nossos pontos fracos ficam a mostra.
E, nesse caso ainda temos a oportunidade de ver os méritos de deméritos do resto do time enquanto tentam carregar a partida.

Portanto, sempre que estiver atrás, tenha calma, seja paciente e não seja o Coyote.

Conclusão

Eu sei que esse foi um texto quase reflexivo, mas ele é importante, porque trabalha seu Mindset.

E, para não dizer que não falei de números. Se você perde 300 partidas por ano, passa a aplicar essa dica e diminui em 5% suas derrotas, você vai vencer 15 partidas a mais. O que é suficiente para subir quase 3 divisões. Ou seja, sair do Prata 3 e chegar ao Ouro 5.

Enfim, espero que tenha gostado e que este texto tenha te ajudado. É muito importante pensar a respeito do jogo da forma correta, isso faz toda a diferença entre evoluir e se tornar um grande jogador ou continuar jogando sem chegar a lugar nenhum.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad